Itens filtrados por data: Agosto 2016

Blog

Itens filtrados por data: Agosto 2016

O uso de cortinas em ambientes está na história, há muitos anos, mas ainda existem dúvidas de quando e como usá-las. Com os vários tipos disponíveis no mercado, fica ainda mais difícil escolher: clara ou escura? Lisa ou estampada? Curta ou longa? O ideal é optar pela necessidade do lugar em que será instalada e saber que além do papel principal de tornar o ambiente mais aconchegante, sua escolha também poderá influenciar em sensações de profundidade para o lugar.

Além de fazerem parte da decoração, as cortinas também garantem privacidade e luminosidade na medida certa aos ambientes. Para saber qual tipo escolher, você deve ter em mente algumas considerações: a primeira delas é não errar na medida. O ideal é que, além do tamanho da janela, a cortina passe 15cm nas laterais, partes superior e inferior. A altura do varão dependerá do tamanho do pé-direito – altura da parede: se o pé-direito for baixo, instale-o o mais próximo possível do teto, isso dará sensação de amplitude, se não, instale entre a metade da janela e do teto.

Na hora de optar pelo tipo de tecido, aqui vai o principal: os componentes internos, como móveis e decoração, são importantes na escolha. Lugares muito coloridos pedem cortinas de cores mais neutras, ao passo que lugares mais tranquilos e sem muita coloração pedem tipos mais alegres e estampados. Existem inúmeras opções de tecidos como voil, linho, seda, renda, fibras naturais, algodão, tergal, shantung, entre outros. Para manutenção mais fácil, a dica são os tecidos sintéticos e voil, enquanto a seda e o veludo, por exemplo, são para ambientes mais imponentes. Se a intenção for, além de decorativa, bloquear a incidência de luz, você pode usar junto uma camada de tecido mais grossa, os chamados blackout de PVC que ficarão por trás da cortina principal, bloqueando 100% de ações luminosas.

Ah, se você tem dúvidas quanto a usar cortinas ou persianas, aqui vai uma dica: tudo vai depender do ambiente e de como elas irão harmonizar, por isso ,você pode optar por mesclar os tipos na sua casa, usando cortinas na sala e persianas nos dormitórios, por exemplo. As persianas acabam sendo ótimas opções para ambientes pequenos, pois não ocupam tanto espaço.

Já fez sua escolha? Então, aproveite.

Publicado em Blog

A Ayurveda, palavra que significa “Ciência da Vida”, é um dos sistemas medicinais mais antigos da humanidade. Essa ciência surgiu na Índia e seus princípios e seus estudos foram a base para o desenvolvimento da medicina tradicional. Incrível, né? Além disso, a Ayurveda continua sendo a medicina oficial de seu país de origem e tem se tornado cada vez mais popular ao redor do mundo. O seu principal objetivo é equilibrar o corpo e a mente através da circulação, da respiração e da energia vital, sempre em harmonia com o ambiente e a natureza.

Os principais pontos para alcançar o equilíbrio do corpo é a tranquilidade e a boa alimentação. Tudo o que acontece em nosso corpo, tanto físico como emocional, é fruto do que ingerimos e de nossos pensamentos. Quando vamos contra esses pontos, acabamos desequilibrando os doshas. Doshas são os tipos básicos de funcionamento de cada espécie. Vata, Pitta e Kapha são os três tipos existentes na medicina Ayurvédica. Cada um dos doshas têm características e cuidados diferentes e para o indivíduo estar em plenitude, é preciso cuidar de cada um de acordo com suas necessidades específicas.

Cada indivíduo possui a influência dos três doshas, porém um ou dois sempre prevalecem, pois se manifestam de forma mais forte. Você sabe qual o seu dosha dominante? Para identificar o perfil: Vata, Pitta ou Kapha, um profissional formado e especializado faz um diagnóstico através de exames físicos e um questionário. A partir das conclusões identifica o dosha dominante e o que está em desarmonia. Para alcançar o equilíbrio do corpo, diferentes técnicas de tratamentos podem ser indicadas. Como massagem ayurvédica, óleos medicinais, dieta, rotina diária de hábitos saudáveis, oleação, fitoterapia (uso terapêutico das plantas medicinais), terapias purificadoras, medicamentos com metais, minerais e pedras preciosas, recomendação de atividade física, prática de ioga e meditação.

Ayurveda também acredita que os medicamentos necessários para manter o equilíbrio do corpo podem ser encontrados na farmácia que existe na sua própria cozinha. Por isso, oferece uma série de orientações de dieta e de estilo de vida. Que tal conferir algumas sugestões? :) Evite alimentos processados e congelados: esses alimentos não possuem “prana”, a energia vital, e se transformam apenas em toxinas e em depósitos de gordura. Consuma alimentos da estação: por estarem na época natural de colheita, a tendência é que tenham menos agrotóxicos e se tornem mais eficazes para uma alimentação saudável.Evite realçadores de sabor: os temperos artificias estão presentes em quase 100% dos alimentos industrializados. Porém, eles atrapalham a memória dos órgãos, fazendo com que não consigam processar corretamente os alimentos. Consuma a porção ideal: a quantidade ideal para ingestão de alimentos a cada ser humano, no Ayurveda, é aquela que cabe na concavidade das duas mãos.

O que você acha de começar a ter uma alimentação mais saudável e alcançar o equilíbrio do seu corpo? 

Publicado em Blog

O desejo de renovar a casa parece sempre ser trabalhoso: várias ideias, mas você não sabe por onde começar. Ao contrário do que as pessoas pensam, transformar os ambientes nem sempre requer grandes reformas: algumas mudanças na decoração fazem toda a diferença. Renovar o piso, por exemplo, é uma alternativa , porque além de não exigir mudança de material – sendo mais acessível – explora sua criatividade e transforma completamente os lugares da casa.

Além de evitar quebra-quebra, pintar o piso é algo que pode ser feito por você e economiza mão de obra. Antes de qualquer coisa, porém, você precisa ter em mente qual é a ideia para o ambiente e como dar o seu toque pessoal para deixá-lo ainda mais a sua cara. Você gosta de estampas? Cores neutras ou vibrantes? Você pode contrastar a escolha com os móveis e com as composições internas do lugar.

Existem diversas formas de renovar o piso, dentre elas o uso de artes, que chama a atenção para essa parte do cômodo, e o uso de tapetes modulares que cobrem o chão, exibindo estampas diferenciadas. Você também pode apostar no restauro em pisos de madeira com o uso do verniz ou revestimento de PVC sobre o já existente.

Dentre todas as opções de renovação, a mais comum, geralmente utilizada sobre pisos de cerâmica ou concreto, é a pintura. Além de ser uma forma mais econômica, você pode usar sua criatividade. Você só precisa da tinta específica para o tipo de piso – no mercado, existem diversas, principalmente as acrílicas foscas que são de fácil aplicação e resistentes.

Veja o passo a passo de como pintar o piso, você mesmo pode fazer.

Você vai precisar de:

· Tinta para fundo branco (bicomponente + tinta)

· Bandeja para pintura

· Rolo para aplicação

· Fita-crepe

· Misturador de tinta

· Trincha

· Rolo de lã

Como fazer:

1) Certifique-se de que não há rachaduras, furos ou pedaços quebrados no piso. Caso haja, rejunte de azulejo ou massa acrílica podem ser utilizados para o devido reparo. Depois disso, lixe-o para que a superfície esteja lisa para receber a camada de tinta.

2) Elimine resíduos de gordura e pó com detergente e água, aplique o fundo epóxi na superfície, criando uma base aderente para a tinta acrílica. Antes de começar, proteja o limite das superfícies que não serão pintadas com fita-crepe e faça o recorte com a trincha.

3) Realize a pintura com o rolo para a aplicação de epóxi, cobrindo a área que receberá a tinta acrílica. Essa etapa é fundamental, pois garantirá a durabilidade do acabamento, que é indicado para ambientes de médio tráfego (com resistência moderada à abrasão).

4) Aguarde o tempo recomendado pelo fabricante para a secagem da camada epóxi e dê início à pintura acrílica. A tinta deve ser diluída segundo as indicações da embalagem. Assim como nas duas etapas anteriores, inicie o processo de cobertura, contornando a área a ser pintada com a trincha.

5) Use o rolo de lã para pintar a superfície de cerâmica. Para que a distribuição da tinta na ferramenta seja uniforme, faça uso da bandeja para a pintura.

6) Depois de cobrir, é só esperar secar.

600x500px-Internas2

Publicado em Blog
Terça, 16 Agosto 2016 00:00

As cores nos ambientes

Na hora de reformar algum espaço da sua casa, seja a cozinha inteira ou apenas uma parede da sala, as cores se tornam uma grande aliada. Afinal, trocar os móveis de casa nem sempre é tão fácil. Ah, mas lembre-se de pensar com calma nas cores que você irá utilizar, pois elas podem influenciar no seu estado emocional.

Apesar das tantas teorias sobre quais as cores ideais para cada ambiente, é preciso lembrar que essa escolha é algo muito pessoal, depende do seu gosto e da sua personalidade. Por mais que seja aconselhável utilizar tonalidades “quentes” em ambientes que envolvam refeições, se o seu sonho é ter uma cozinha em tons “frios”, vá em frente! Não vai ser a falta dessas tonalidades que irá inibir a sua fome ou a de seus amigos. Mas se a ideia é renovar o seu quarto não abuse das cores escuras, pois elas podem tornar o ambiente cansativo e acabarem influenciando suas emoções de forma negativa.

Falando em cores quentes, o preto também pode ser adicionado a diversos ambientes de forma sofisticada. E quem disse que precisa ser nas paredes? A cozinha Bétula Preto é um exemplo de como os ambientes que têm a presença do preto podem ser claros e vibrantes ao mesmo tempo. Ah, e você ainda pode combiná-lo com estampas geométricas, uma ótima forma de trazer um ponto de luz para o ambiente. Hoje é possível encontrar nas mais diversas cores, padronagens, combinações e, ainda, em diferentes acabamentos como papéis de parede, ladrilhos hidráulicos, azulejos e porcelanatos. E para manter o equilíbrio de cores, a sugestão é aplicar a textura em apenas uma das paredes do cômodo.

138 144-600x500px-Internas

Se você busca por uma cor que seja o ponto de equilíbrio entre claro e escuro, cor “quente” e “fria”, entre alegre e repousante, intermediária, que tal apostar em tonalidades azul-turquesa, como o padrão Acqua da Italínea? Essa é uma cor terciária, intermediária entre o ciano e o verde. Transmite uma sensação de bem-estar, frescor e suavidade e, aceita composições com outras cores e materiais como a madeira e o concreto.

138 144-600x500px-Internas2

E se, acima de tudo, você quer praticidade na hora de dar uma cara nova para a decoração da sua casa, torne-se adepta a uma tendência incrível: a parede com textura de cimento. Basta buscar por produtos cimentícios que dão a impressão de que a parede é de concreto. Essa é uma forma de compor ambientes contemporâneos de forma rápida. Além disso, possui boa durabilidade e podem ser combinados com cores mais vibrantes, como a Citrino Brilho.

Publicado em Blog

O método de estudo varia para cada pessoa, isso porque cada um desenvolve características diferentes: algumas conseguem estudar ouvindo música, ao passo que outras preferem o silêncio para exercer essa atividade. Ao contrário do que aparenta, a prática pede mais do que somente atenção; requer, sobretudo, um ambiente preparado.

Uma quantidade de livros e de cadernos espalhados, alimentos ao redor, fones de ouvido com música no último volume, cadeira com o encosto torto, luz muito fraca: é claro que vai ser difícil fazer a mente render desse jeito. O ideal é que você tenha, pelo menos, seus objetos de estudo organizados.

Primeiro de tudo: você precisa ter um local definido para estudar. Se não puder reservar uma peça inteira para isso, não se preocupe: deixe um cantinho da casa mais reservado destinado a essa atividade. Para o estudo fluir, o ideal é que você deixe aparelhos eletrônicos de lado, como televisão e som no último volume, isso ajudará a tornar a atividade mais saudável.

Vai precisar do computador? Se ele fica no seu espaço, não tem problema. Se você o divide com outras pessoas da casa, combine um horário para que você possa usá-lo para suas pesquisas e seus trabalhos. Ah, tente fazer isso em um lugar sossegado. Se mesmo assim você não conseguir se concentrar, invista em fones com cancelamento de ruído ou em tampões de ouvido, fáceis de encontrar em farmácias.

Para estudar durante bastante tempo, você vai precisar de uma cadeira confortável e uma mesa na altura certa, em que seus pés encostem por completo no chão e os cotovelos possam estar apoiados na mesa sem precisar forçar os braços para cima. Você pode optar por escrivaninhas, com espaço para o computador, livros e cadernos.

interna 600x500-1

Para o ambiente ficar completo, nada de luz fraca: o ideal para os estudos é começar durante o dia, mas se você optar pelos estudos à noite, tenha iluminação direta, de luz branca, pois estas estimulam o trabalho. Você pode optar por abajures em cima da mesa, tendo o cuidado de que o foco esteja no que será escrito ou lido, e não nos seus olhos.

Por último, não se esqueça de ter por perto o material que vai precisar – sem exagerar, é claro. Tenha gaveteiros em que você possa armazenar seu material e que fique ao seu alcance.

Gostou das dicas? Bons estudos.

Publicado em Blog

A cozinha, geralmente, é um dos cômodos mais importantes da casa na hora de receber quem você ama. É o lugar onde você pode compartilhar histórias e preparar receitas com um toque de carinho para seus convidados. É também um espaço com muitos armários e balcões, mas que você sabe exatamente o que tem dentro de cada um deles. Afinal, na hora de cozinhar, ter todos os utensílios a mão é essencial.

Mas sabe aquela panela que você ama? Ou aqueles seus temperos favoritos? Você pode acrescentá-los à sua decoração, dando ainda mais utilidade a eles. Objetos como pegador de massa, concha, colher, espátula e escumadeira podem ser incríveis para decorar a parede, principalmente no espaço superior à pia, ou ao fogão. E sabe qual é a melhor parte? Você não precisa gastar muito dinheiro, pois tudo que você precisa já está nas suas gavetas ou prateleiras.

Se você não quiser furar a parede para adicionar estes detalhes, tente colocar seus talheres favoritos em um pote de vidro ou suas facas para momentos especiais em um copo. Essas opções podem ficar lindas no centro de sua mesa ou no balcão. Assim além de decorar você também vai ganhar mais espaço nos armários, podendo organizá-los da melhor forma possível. Outra dica é reaproveitar potes e garrafas de diferentes tipos e tamanhos, dando um toque moderno ao ambiente. Ah, e optar por diferentes cores, tamanhos e texturas é a grande dica para decorar a cozinha, deixando tudo mais bonito.

Além do uso de utensílios na decoração você pode usar outros objetos que muitas vezes ficam de fora da cozinha, como porta-retratos, quadros de cidades, relógio de parede e um porta-chaves. Dessa forma você terá uma cozinha linda, mas acima de tudo, muito prática. Não é incrível?

Escolha o que mais combina com você e decore esse ambiente tão querido por todos. 

Publicado em Blog

Todo mundo quer dar a sua cara para o que gosta. Às vezes pequenos detalhes na decoração podem deixar o ambiente ainda mais a sua cara, de forma exclusiva, você só precisa de criatividade e de objetos para reaproveitar. Já pensou em usar aquele ralador antigo como luminária na varanda? Ou, ainda, latas de achocolatado e de leite em pó como vasinhos de plantas?

Reinventar pode não parecer uma tarefa fácil, mas o primeiro passo para conseguir é trabalhar a criatividade e ter disposição: olhe em volta e perceba alguns objetos e materiais que não são usados mais pela sua primeira função, como latas e garrafas vazias, raladores antigos, pneus furados e potes de vidro guardados. Você pode os dar função de objetos decorativos para sua casa.

Pinte latas de alumínio do jeito que sua imaginação pedir: coloridas, com pequenas colagens, preto e branco. Use-as para guardar talheres, ou mesmo para servirem de vasinhos de flor. Você também pode usar garrafas vazias para criar uma hortinha vertical, além de súper sustentável, é uma ideia para criar um cantinho frutífero dentro de casa. Ah, você também pode usar pneus de carro se quiser fazer uma hortinha maior: personalize-os e coloque terra preta no interior, depois é só plantar o que você quiser. ;)

A iluminação também influencia no décor do ambiente, por isso inspire-se: raladores de cozinha ou escorredores de massa, quando transformados em luminárias, trazem um clima mais rústico e mais criativo para dentro de casa. Aprenda a fazer:

Materiais:

Escorredore de massa ou ralador de plástico
1,5 metros de fio paralelo
1 bocal
1 interruptor
1 plug para tomada
Chave de fenda ou Philips
Estilete
Lâmpada

Passo a passo:

Faça a montagem do sistema elétrico descascando e aparafusando as pontas do fio paralelo no bocal.
A 40cm do bocal, separe os dois fios elétricos e corte um deles com a ajuda de um estilete. Descasque as pontas e aparafuse-as no interruptor.
Passe o fio por dentro do objeto escolhido (escorredor ou ralador) para então instalar o plug na tomada, também aparafusando as duas pontas descascadas nos parafusos.
Encaixe o bocal na parte superior do objeto, e se ele não ficar bem fixo, use cola instantânea para deixá-lo bem preso.
No resultado final, você pode usar o objeto como abajur de mesa, ou pode usá-lo como luminária pendente com a ajuda de uma mão francesa ou instalado diretamente no teto.

Gostou da ideia? Transforme sua decoração com pequenos detalhes.

Publicado em Blog

Nada como cheirinho de limpeza, melhor ainda quando você pode dar um toque especial. Os aromatizadores, além de possuírem perfume suave, deixam o ambiente mais confortável e receptivo, podendo ser usado em todos os banheiros da casa, principalmente no lavabo para as visitas.

Além da função principal de trazer o cheirinho agradável para o ambiente, os aromatizadores com vareta – recipientes com líquido e varetas para distribuir o perfume – também podem ser inseridos na sua decoração. Você pode usar bolas de gude, flores artificiais, pedras, conchas para colocar no pote com água e pingar o aromatizante concentrado.

Quer aprender a fazer?

Você vai precisar de:

- 100ml de álcool de cereais
– 100ml de água mineral sem gás à temperatura ambiente ou água destilada
– óleo essencial com o perfume de sua preferência
– 1 garrafinha pequena para conter a mistura
– conta-gotas
– vários palitos de churrasco ou palitos de bambu
– corante alimentício na cor de sua preferência (opcional)
– 1 garrafa ou jarra de vidro para misturar tudo
– 1 bastão de vidro para misturar

Como fazer:

Coloque o álcool de cereais e a água no recipiente de vidro, adicione o corante e mexa. Pingue as gotas da essência até que o perfume fique na intensidade que você deseja. Depois, passe o líquido para vidros pequenos e abertos. Mergulhe os palitos de bambu, deixe por meia hora e, depois, inverta-os e coloque-os novamente no frasco pequeno, deixando a parte úmida para cima. Periodicamente, inverta a posição das varetas. Você pode, também, colocar objetos decorativos no fundo do frasco – como já citado anteriormente. Para recipientes de gargalo mais largo, a dica é furar a tampa com o mesmo diâmetro do palito.

Faça você mesmo o seu aromatizador de banheiro. ;)

Publicado em Blog
Voltar ao Topo