Itens filtrados por data: Julho 2016

Blog

Itens filtrados por data: Julho 2016

É claro que a decoração da sua residência precisa ter a sua cara. E, por isso, a nova tendência DIY, a Do It Yourself, ou Faça Você Mesmo, tornou-se popular, por trazer elementos simples e do dia a dia como importantes peças da decoração. Os caixotes, por exemplo, além de entregarem a principal funcionalidade de “armazenar”, também podem ser peças-chave no cenário: servem como banquetas, mesinhas de centro, vasos de planta e até mesmo prateleiras. O melhor de tudo isso é que, além de reaproveitar esses objetos e atribuir-lhes mais valor, você pode personalizá-los do seu jeito e impressionar no décor dos seus ambientes.

Se você não sabe onde encontrar esses objetos, saiba que um dos melhores lugares para procurá-los pode ser na feira. As caixas de madeira onde são armazenados os alimentos possuem diversos tamanhos e podem bem funcionar dentro da sua casa. Quando recebem algum toque pessoal, como uma customização, esses objetos tornam-se supercriativos e trazem estilo próprio para o ambiente. Você pode usá-los para deixar livros expostos, apoiar eletrodomésticos, guardar sapatos, servir como estante para objetos e até como cama para animais de estimação.

Caixotes coloridos dão mais alegria para o ambiente. Se as peças forem de madeira, você pode pintá-los com spray ou tinta especializada com cores que se complementem. Para o quarto das crianças, por exemplo, você pode apoiar as caixas umas em cima das outras e usar de estante para guardar os brinquedos. Caixotes maiores podem ser envernizados ou pintados com tons terrosos e podem  servir para guardar os livros da sua biblioteca. Para dar um ar mais rústico ao ambiente, experimente usar caixas menores como bancos, ou para mesinhas de centro.

Separamos alguns exemplos de como você pode usar essa tendência na sua casa e ter uma decoração ainda mais do seu jeito:

Interna19

Interna19-2

Publicado em Blog

A meditação é um exercício antigo, que começou a ser utilizado por mestres chineses, e ultrapassou limites de tempo e de espaço por relaxar o corpo e a mente. Reconhecida por médicos, educadores e psicólogos, a prática da meditação também promove o autoconhecimento e traz benefícios naturais para a saúde. No dia a dia turbulento e cheio de atividades, nada melhor que separar um momento para exercitar o que trará tranquilidade para realizar as tarefas.

A prática da meditação envolve silenciar a mente e apaziguar os pensamentos, para resolver questões da rotina com mais calma. Além disso, o exercício ajudará você a conhecer-se melhor e olhar para dentro de si mesmo e projetar suas expectativas, através da conexão do chamado “campo da pura potencialidade”. A ideia é que você consiga realizar o que deseja e sua vida comece a melhorar de forma espontânea, através do poder da mente.

A lista de pontos positivos da meditação, resultados de estudos, é grande: diminui a sensação de sintomas negativos como ansiedade, depressão e irritabilidade; ajuda a resolver problemas como estresse crônico, incluindo a hipertensão; reduz o impacto de doenças graves como câncer e dor crônica; fortalece o sistema imunológico, ajudando a combater resfriados e gripes com mais facilidade; promove avanços no estado de atenção, permitindo que você tenha mais foco e melhoria na qualidade do sono.

Segundo estudos, quem pratica o exercício é mais feliz e satisfeito, por isso, incorporar a meditação na sua rotina pode ser o primeiro passo para uma saúde de espírito mais equilibrada. As formas de meditação são diversas, podendo ser individuais ou em grupos, usando técnicas com os olhos fechados ou abertos, sentado ou caminhando, entoando mantras ou em silêncio. Com o tempo, exercícios de intenção, atenção, disciplina e desapego ajudarão você a evoluir e a obter resultados. Aposte. 

Publicado em Blog
Quarta, 20 Julho 2016 00:00

Aprendendo e ensinando com os avós

Todo mundo sabe: a melhor receita gourmet é a receitinha das avós, o remédio mais eficiente é um chá quentinho dos avôs e a melhor peça de roupa do armário é aquele blusão de tricot produzido por algum deles. Essas pessoas, além de serem figuras muito importantes, de fato tem muito a ensinar aos mais jovens. E, é claro, que essa atividade pode ser uma troca de experiências incrível.

Alguns hábitos são populares e vistos como característicos dos avós – a receita, o chá, o tricô – mas, com certeza, aprender com eles e, também, ensinar-lhes coisas que talvez pareça difícil à primeira vista, como mandar e-mails, usar celulares e redes sociais, é uma troca bem construtiva. Para os jovens, algumas atividades são mais comuns, mas isso pode não fazer parte da realidade do público da terceira idade, assim como o segredo da torta de maçã da sua avó que parece ser algo inalcançável para você, mas ela pode ensiná-lo. É sempre possível aprender coisas novas, em qualquer idade. Então, aproveite o momento e troque experiências com quem você ama.

O primeiro passo é saber que você precisará de paciência tanto para aprender, quanto para ensinar. E, é claro, saber que tudo sempre vai resultar em uma história para contar, até porque, os avós sempre tem alguma lembrança para dividir. Depois, mãos à obra: façam um chá da tarde, façam uma receitinha juntos, ensine a pesquisar na internet e a encontrar notícias, além de aprender como fazer ponto-cruz ou a criar uma horta em casa.

Pequenos momentos são muito importantes, principalmente quando vividos ao lado de quem você gosta. Aproveite esse Dia dos Avós para, mais uma vez, provar o tamanho do valor dessas pessoas para você. ;)

Publicado em Blog

Com o decorrer dos anos, as formas de morar das pessoas sofreram alterações, com isso as características espaciais e funcionais das moradias também mudaram. A maior concentração urbana fez com que as áreas de apartamentos e casas diminuíssem. Com isso, há uma crescente valorização dos ambientes internos e uma busca por soluções para planejar os interiores.

Faz parte da contemporaneidade a vontade de integrar os ambientes da casa, do trabalho, etc. Isso pode ser reflexo da vontade de estar junto com as pessoas que gostamos, mas também pelo fato de que expandir os limites dos ambientes para os da moradia ajuda a diminuir a sensação de pouco espaço.

Hoje em dia são combinados diversos programas num único ambiente: cozinha, sala, copa e espaço de trabalho. As reformas têm sido feitas de maneira a integrar todos os ambientes e criar espaços flexíveis, deixando somente a área íntima separada. Integrar os ambientes do apartamento tem muitos pontos positivos, como dar amplitude e fluidez aos espaços pequenos, melhor aproveitamento das áreas, maior luminosidade no apartamento (sem barreiras físicas a luz natural consegue atingir maior área) e melhor circulação de ar (ventilação cruzada entre janelas de paredes opostas). Porém o morador deve estar preparado para compartilhar ainda mais as atividades do dia-a-dia em casa com os outros moradores, se houver. Além disso, alguns cuidados são necessários ao se projetar ambientes integrados, como o posicionamento adequado dos pontos de elétrica e hidráulica (uma vez que haverá poucas paredes onde embuti-los), previsão do sistema de exaustão no caso das cozinhas abertas, materiais a serem utilizados, entre outros detalhes.

Para a integração ser um sucesso, é necessário garantir o equilíbrio entre os ambientes e a organização. Veja algumas dicas para morar bem em ambientes integrados:

2

PRIVACIDADE X INTEGRAÇÃO É importante que o perfil do morador seja levado em consideração. Não são todas as pessoas que gostam de viver sem compartimentações. Apostar em elementos como portas de correr, cortinas, painéis de vidro e até móveis planejados que atendam vários ambientes pode ser uma boa alternativa.

3 04

O QUE INTEGRAR Com os apartamentos cada vez menores, aposte em combinações como “home office” na sala, cozinha aberta para o estar, sacada e/ou área de churrasqueira integrada com estar. Ao integrar os cômodos, deixando-os multifuncionais, o primeiro item que deve ser levado em consideração é o conforto, seguido da praticidade.

04 04

MÓVEIS PLANEJADOS: Quando integramos os ambientes, devemos pensar no projeto do apartamento com o intuito de que ele participe do visual do todo. Geralmente, a cozinha terá que ser planejada diferente da tradicional quando integrada à sala: ela deve perder a cara de cozinha clássica e ter seus acabamentos de acordo com os da sala. Com casas e apartamentos cada vez mais compactos, os móveis sob medida são opções para quem quer otimizar e personalizar espaços. A criação de móveis planejados leva em conta as necessidades do cotidiano do cliente e dos espaços disponíveis. As suas principais vantagens são a adequação a realidades individuais, a possibilidade de personalização, atendendo o gosto e o desejo do consumidor e o custo benefício.

05 05

LESS IS MORE (menos é mais) Se a ideia é ter menos paredes e menos compartimentações, pegue leve na decoração! Tenha cuidado para não exagerar nos objetos de decoração, principalmente quando todos os cômodos estão integrados. Como todos os ambientes serão vistos em conjunto, eles não podem se tornar cansativos. Uma dica é aliar praticidade com utilidade, pontuando alguns espaços com elementos de destaque, com cores de preferência harmônicas.

Publicado em Blog
Voltar ao Topo