Itens filtrados por data: Dezembro 2016

Blog

Itens filtrados por data: Dezembro 2016
Sexta, 30 Dezembro 2016 00:00

Dicas para arrumar a mala de viagem

Viajar é ótimo, mas, para muitas pessoas, arrumar a mala pode ser uma dor de cabeça. Você é uma delas e não sabe nem por onde começar? A gente ajuda. Um bom primeiro passo é fazer uma lista, uma forma de organizar o pensamento e a criar uma estratégia na hora da arrumação. Considere alguns fatores como: quanto tempo você vai ficar fora? Para onde vai? Como é o clima? Vai ter a possibilidade de lavar roupa? Que tipo de atividade pretende fazer?

Para selecionar as roupas, o segredo é escolher peças versáteis, que combinem com várias ocasiões e com mais de um item. Trace estratégias e monte looks com o que está levando. Por exemplo: escolha um shorts que combine com três camisetas diferentes e, ao mesmo tempo, as camisetas também combinem com a calça que você levar.

Se for à praia, lembre-se de que é muito provável que o visual não vá muito além de roupa de banho e chinelos, ok? Se for para um lugar frio, escolha um casaco pesado, de preferência com uma cor neutra, que vá bem com todas as suas roupas. Quando for selecionar os sapatos, use os mesmos critérios, dando preferência a tons neutros.

Existem vários tipos de dobras que ajudam a otimizar os espaços. Deixe a peça o mais compacta possível! Se estiver disposto a investir, aposte em um saco a vácuo com bombinha, que reduz bastante o volume das peças. Colocar meias dentro do sapato também ajuda a economizar espaço.

Além das roupas, pense em outros itens indispensáveis, como documentos e cartões de banco; eletrônicos e cabos para carregá-los; uma bolsinha com os remédios e os cosméticos que você costuma utilizar, e outra com os acessórios. É melhor dividir os itens em vários compartimentos do que usar apenas um de tamanho grande, pois são mais fáceis de acomodar e aproveitar os espacinhos.

Para levar shampoo, condicionador, cremes e outros cosméticos, use frascos pequenos para viagem, para não pesar a mala à toa. Se for viajar de avião, lembre-se de preparar uma malinha de mão com os itens mais importantes e verificar com a companhia aérea o que é permitido ou não levar a bordo.

Por último, faça um checklist a partir daquela lista que organizou lá no começo!

Publicado em Blog

Verão chegou e você já está planejando seus dias na praia? Chegar no litoral vai ser uma delícia, mas você não vai ter como ignorar a parte chatinha de abrir a casa de praia depois de passar o ano todo fechada, e ver a ação da maresia, do mofo, dos ácaros tomando conta dos espaços. Para isso, pode ficar tranquila: trouxemos uma série de dicas pra você se livrar desses agentes e aproveitar as férias com tranquilidade.

A maresia é um dos principais agentes do litoral que causam dor de cabeça nos moradores. Isso porque seu efeito úmido causa a ferrugem, afetando principalmente os eletrodomésticos por um processo de oxidação. Para manter seus eletros com a mesma qualidade de sempre, você pode lixar os pedaços oxidados do material e passar um esmalte de unha (da cor do material, é claro) na parte lixada. Isso vai impedir que a oxidação no seu fogão, por exemplo, se espalhe por todo o aparelho.

Mas não são só os eletrodomésticos que sofrem um pouquinho com a umidade do litoral. A maresia atinge diretamente os aramados, dobradiças e corrediças dos seus móveis. Produtos aramados, grades e escadas (pintura epóxi): utilize um pano umedecido e, logo após, seque com um pano seco. Para melhor conservação, recomenda-se a utilização de vaselina ou cera à base de silicone. Já para as dobradiças e corrediças: lubrifique com uma pequena camada de óleo lubrificante específico para dobradiças.

Outra que sempre é atingida pelo mofo e bolor na região litorânea, a parede. Para mofos superficiais, onde não há descasques de tinta e reboco, você pode usar produtos antimofo ou impermeabilizantes. Já quando há infiltração e o reboco solta pedaços da tinta, a dica é a aplicação de produtos mais fortes para o isolamento dos tijolos e até mesmo das vigas da casa  – para isso, você vai precisar da ajuda de um profissional, então nada de fazer tudo sozinha, viu!?

E pra facilitar a sua vida com estofados, travesseiros e roupas de cama da praia, aqui vai a receitinha contra mais um agente prejudicial, o ácaro – este causa bastante alergia, por isso você precisa se livrar dele. Anote aí:

Você vai precisar de:

Um borrifador de água
500ml de vinagre branco
500ml de álcool

Modo de Preparo

Você deve apenas misturar muito bem os dois ingredientes e colocar a mistura dentro de um borrifador de água comum.

Como fazer a aplicação?

Você deve usar o borrifador em todos os locais como possíveis lares dos ácaros. Espalhe em colchões, sofás, almofadas, cortinas e bichos de pelúcia.
Faça isso com a casa sempre aberta para facilitar a entrar de ventilação, pois o cheiro do vinagre pode incomodar em um ambiente fechado.
Deixe a mistura agir por pelo menos duas horas e, depois, utilize um aspirador para limpar todos os locais e remover os ácaros.
Depois disso, não se esqueça de manter os ambientes bem arejados, expor os objetos ao sol e limpar os ambientes com mais frequência.
E sabe uma forma de a sua casa ser mais resistente a tudo isso? É você escolhendo o material certo para seus ambientes.

Publicado em Blog

A casa de praia é uma espécie refúgio, um local para fugir da rotina, receber amigos, entrar em contato com a natureza e, claro, descansar. Por isso, quanto menos trabalho ela der, melhor. Desde o projeto, é preciso considerar a facilidade da manutenção. Lembre-se que você está na praia e que a casa estará submetida à alta incidência solar e à maresia. Por isso, evite revestimentos que desbotam ou enferrujam, como o ferro. Opte por materiais resistentes como concreto, madeira, alumínio, inox e fibras naturais.

O piso frio é o mais recomendado, podendo ou não ser natural. Pedras, cerâmicas e placas cimentícias são ótimas opções. Uma tendência é aplicar o piso em grandes formatos, pois eles dão uma sensação de amplitude ao ambiente. Tome cuidado com o acabamento: pisos lisos riscam com facilidade e são escorregadios, podendo causar acidentes.

As esquadrias devem ser amplas para captar a luz natural, e é importante que o projeto preveja a ventilação cruzada, que aumenta a circulação de ar e reduz a umidade e o calor dos ambientes. Esquadrias com grandes áreas de vidro ampliam os ambientes e proporcionam integração entre os espaços internos e externos ‒ substituir janelas convencionais por janelas-portas de correr também contribuem pra essa integração. Materiais como alumínio e PVC são muito utilizados em esquadrias no litoral, pois deixam o espaço mais leve e exigem menos manutenção.

Na decoração, opte por cores neutras que enfatizem relação com a natureza ‒ branco e azul são apostas certeiras  ‒, e enfeites como conchas, estrelas-do-mar, peixes e âncoras são a cara do litoral. Os móveis também devem ser pensados especialmente para o ambiente praiano. Aposte em tecidos impermeáveis e fuja de materiais como ferro e cromados.

O lado de fora

Praia combina com calor, e calor exige sombra. Invista em varandas e decks com ombrelones e pergolados para escapar do sol. A área verde em torno da casa também ameniza o calor, além de dar um clima de tranquilidade ao espaço. Mas preste atenção nos tipos de plantas que vai escolher: elas devem ser resistentes ao sol e ao vento, como bromélias, agaves e crótons.

Construir uma piscina também pode ser uma boa opção para afastar o calor, mas lembre que ela exigirá manutenção. Um chuveiro externo no jardim é uma boa alternativa, além de ser prático para tirar a areia na volta para casa.

Publicado em Blog

Nem presente, nem confraternização: para muita gente, a comida é a principal atração da festa de fim de ano. Mas isso não é desculpa para descuidar da alimentação. Desfrutar de uma ceia saudável e saborosa no Ano-Novo é possível ‒ e mais simples do que você imagina.

Mesmo que você não seja o responsável pelo preparo da ceia, ainda dá para manter o equilíbrio. Como durante as festas é normal que a janta seja servida mais tarde, lembre-se de comer durante o dia para resistir à tentação dos pratos mais calóricos. Opte por alimentos ricos em fibras, que dão a sensação de saciedade por mais tempo, como iogurte com granola, saladas de folhas e vitaminas de frutas com farelo de aveia.

Além disso, a regra do resto do ano também vale para as festas: não belisque! Evite especialmente castanhas, nozes e frutas secas, que, apesar de ótimas para a saúde, são muito calóricas e, em excesso, podem causar dor de cabeça. O ideal é escolher apenas um momento para comer e, se possível, começar com uma salada de vegetais escuros regada com azeite, para estimular a desintoxicação do fígado. Na hora da sobremesa, priorize frutas naturais ou mousse de frutas e fuja das caldas prontas.

Lembramos que os excessos de fim de ano não se resumem à comida, certo? Tente maneirar também nas bebidas alcoólicas. Se for beber, prefira espumante, menos calórico que vinho e cerveja.

Caso o preparo da ceia seja de sua responsabilidade, substituições simples podem garantir uma refeição equilibrada e deliciosa. Confira, a seguir, algumas receitas para deixar sua mesa mais colorida e saudável neste Ano-Novo!

Torradinhas com grão-de-bico

Ingredientes:

  • 170g de grão-de-bico condimentado (deixe de molho por 12 horas e cozinhe na pressão até ficar tenro)
  • 1 pitada de sementes de cominho trituradas
  • 1 pimenta-vermelha pequena, seca e esmigalhada
  • 1 dente de alho descascado e amassado
  • Suco de 1 limão
  • Sal marinho a gosto
  • Pimenta-do-reino a gosto
  • Azeite de oliva extravirgem

Preparo: amasse o grão-de-bico, adicione o cominho, a pimenta-vermelha, o alho e o suco de limão. Tempere com sal, pimenta-do-reino e azeite de oliva extravirgem a gosto. Sirva com torradinhas integrais.

Chutney de manga

Ingredientes: 
1 colher de sobremesa de ghee (manteiga clarificada)
2 mangas verdes cortadas em cubos
1 cebola roxa pequena
2 cravos
1 canela em pau
1 colher (sopa) de cominho em grãos
1 colher (chá) de páprica picante
1 colher (chá) de cúrcuma
2 colheres (sopa) de açúcar demerara
1 pimenta-dedo-de-moça sem sementes, cortada em fatias finas
1 pitada de sal
1 copo d’água

Preparo: em uma panela, esquente o ghee e adicione o cominho. Quando começar a espumar, acrescente a cebola e a pimenta e refogue. Coloque os demais ingredientes e mexa bem. Mantenha em fogo baixo, tampe a panela e cozinhe até a manga desmanchar. Deixe
esfriar e sirva com torradinhas integrais ou como acompanhamento da ceia.

Água aromatizada com laranja, canela e hortelã

Ingredientes:

  • 1 litro de água filtrada
  • 1 laranja lavada cortada em rodelas
  • 2 unidades de canela em pau
  • Folhas de hortelã a gosto
  • Gelo a gosto

Preparo: em uma jarra, coloque os ingredientes e algumas pedras de gelo. Em seguida, acrescente a água e deixe descansar por duas horas ‒ tempo suficiente para a água absorver o sabor, o aroma e as propriedades dos ingredientes.

Água aromatizada com limão, gengibre e manjericão

Ingredientes:

  • 1 limão cortado em rodelas 
  • 1 pedaço de gengibre
  • 1 punhado de manjericão fresco
  • 1 litro de água filtrada fria
  • Gelo a gosto

Preparo: em uma jarra, coloque o limão, o gengibre, as folhas de manjericão levemente amassadas e algumas pedras de gelo. Em seguida, acrescente a água e deixe descansar por duas horas.

Farofa de aveia

Ingredientes:

  • 1 xícara (chá) de aveia em flocos
  • 3 colheres (sopa) de azeite de oliva extravirgem
  • 3 colheres (sopa) de cebola picada
  • 1 dente de alho picado
  • ½ cenoura ralada, preferencialmente orgânica
  • 2 colheres (sopa) de damasco
  • 1 colher (sopa) de castanha-de-caju
  • 1 colher (sopa) de castanha-do-pará
  • 1 colher (sopa) de uvas-passas
  • Sal rosa a gosto
  • Pimenta a gosto

Preparo: coloque o azeite em uma frigideira média e aqueça em fogo baixo. Junte a cebola e o alho e refogue por dois minutos. Acrescente os demais ingredientes e mexa até dourar.

Salada verde com queijo cottage e figos

Ingredientes:

  • 120g de alface-americana
  • 80g de alface roxa
  • 80g de alface-crespa verde
  • 50g de rúcula
  • 50g de agrião
  • 150g de figo fresco
  • 120g de queijo cottage
  • 32g de amêndoa laminada torrada

Molho balsâmico:

  • 90g de aceto de modena
  • 90g de azeite de oliva extravirgem
  • 6g de sal refinado

Misture todos os ingredientes e reserve.

Preparo: lave e corte em fatias a alface-americana e rasgue as folhas das demais alfaces. Em seguida, distribua em uma travessa grande as folhas de alface, agrião e rúcula. Acrescente os figos fatiados em lâminas e salpique o queijo cottage. Regue com o molho balsâmico e sirva.

Salada verde cremosa com molho de abacate

Ingredientes:

  • 2 pés de alface da sua preferência ou 1 alface-americana
  • 1 avocado hass ou ½ abacate
  • 4 colheres (sopa) de azeite de oliva extravirgem
  • 2 colheres (chá) de mostarda Dijon
  • Suco de 1 limão
  • 1 dente de alho
  • 1 colher (chá) de sal rosa
  • ½ copo de nozes picadas ou amêndoas torradas

Preparo: lave as folhas de alface, corte em tiras largas e coloque em uma tigela grande. Bata o avocado e o azeite no processador de alimentos até que a mistura fique homogênea. Adicione os ingredientes restantes, exceto as nozes, e processe novamente. Misture o molho com a alface. Em uma frigideira, toste as nozes picadas por 3 minutos em fogo baixo, ou até escurecerem levemente. Coloque-as em cima da salada.

Salmão com legumes

Ingredientes:

  • 5 filés de salmão
  • 4 batatas-doces cortadas em rodelas
  • 1 cenoura média em rodelas finas
  • 10 ramos de couve-flor
  • 1 cebola em rodelas
  • 1 tomate em rodelas
  • 1 dente de alho fatiado
  • 1 colher de chá de sal rosa
  • Suco de 1 limão

Preparo: unte uma forma com azeite de oliva. Coloque o salmão, tempere com limão, sal, alho e cebola. Deixe assar por 40 minutos. Corte a batata-doce, a cenoura e o tomate em rodelas, e
a couve-flor em pequenos raminhos. Cozinhe os legumes no vapor.

Arroz basmati com damascos

Ingredientes:

  • 2 xícaras de arroz basmati
  • 2 colheres (sopa) de azeite de oliva extravirgem
  • 2 colheres (sopa) de açúcar demerara
  • ½ colher (chá) de sementes de cardamomo
  • ½ colher (chá) de canela em pó
  • 1 colher (chá) de sal rosa
  • ½ xícara de damascos secos picados

Preparo: em uma panela, coloque o azeite de oliva extravirgem, o açúcar, o cardamomo, a canela e o sal. Quando o açúcar começar a caramelizar, junte o arroz e acrescente 4 xícaras de água. Espere 10 minutos, adicione os damascos e termine de cozinhar.

Lentilha

Ingredientes:

  • 1 colher (chá) de óleo de coco
  • 1 xícara de lentilha
  • 3 xícaras de água
  • 1 cebola roxa picada
  • 2 folhas de louro
  • 1 colher (chá) de cominho em pó
  • ½ colher (chá) de páprica picante
  • 1 colher (chá) de cúrcuma
  • ½ colher (chá) de sal rosa e salsa picada

Preparo: em uma panela, cozinhe a lentilha com água e as folhas de louro por 10 minutos. Em outra panela, esquente o óleo, adicione a cebola e os temperos em pó. Cozinhe a lentilha até que ela fique macia e, em seguida, tempere com sal e acrescente a cebola. Desligue o fogo, salpique a salsa e sirva morno.

Creme de amêndoas, cacau e uvas

Ingredientes: 
2 xícaras de amêndoas
200ml de bebida de nozes
2 colheres (sopa) de cacau em pó puro
1 cacho de uva

Preparo: preaqueça o forno por 10 minutos. Coloque as amêndoas em uma forma e leve ao forno por 10 minutos. No liquidificador, misture as amêndoas prontas, o cacau, e a bebida de nozes e
bata por 5 minutos. Depois de pronta a mistura, guarde na geladeira por duas horas. Em pequenos potes, coloque 12 uvas e cubra-as com o creme de amêndoas e cacau.

Sorbet de banana com calda de morango

Ingredientes:

  • 4 bananas-prata congeladas
  • 1 laranja
  • 6 morangos
  • 2 colheres (sopa) de melado
  • 6 gotas de baunilha
  • Hortelã para decorar

Preparo: para preparar a calda, bata no liquidificador os morangos e o melado e reserve. No processador, coloque as bananas congeladas, o sumo da laranja e a baunilha. Sirva em uma taça e coloque a calda por cima. Decore com as folhas de hortelã.

Publicado em Blog

O Natal está chegando e, junto com ele, as despesas usuais de fim de ano. Mas isso não significa que o clima natalino tenha de ficar de lado: a criatividade pode ajudar você a economizar na decoração sem abrir mão do charme dessa época. Utilizando materiais e objetos que você tem em casa ‒ como fitas, velas, luzes pisca-pisca, tecidos e garrafas ‒ é possível criar enfeites originais e divertidos.

Já pensou em fazer uma árvore de natal de papel? Com papéis metalizados prata, dourado, vermelho e branco você pode criar formas que remetam à data como corações, estrelas, gorros e botas de Papai Noel. Depois de recortá-las, aplique as formas em uma parede ou em um quadro, no formato de uma árvore de natal.

Caso você tenha talento para a marcenaria, que tal se aventurar a fazer uma árvore de madeira? Corte algumas ripas, diminuindo gradualmente o tamanho delas. Coloque uma das ripas na vertical para fixar as demais. Se quiser deixar a árvore de pé, faça um pé em forma de cruz. Depois, basta enfeitar com o que você tiver disponível em casa ‒ fitas, bolinhas ou o que a imaginação mandar!

Ok, a marcenaria pode não ser a sua especialidade, mas isso não é desculpa para cair no óbvio. Você também pode sair pelas ruas do seu bairro em busca do galho de árvore mais bonito que puder encontrar! Leve para casa, coloque-o em um vaso de terra ou argila e enfeite com luzinhas. Se preferir, pinte o galho de branco. Pronto! Você tem uma decoração sustentável, simples e iluminada!

Agora, para fugir totalmente do convencional, por que não substituir a árvore de natal por quadros? Uma ideia é pintar elementos natalinos ou comprar um pôster temático e emoldurar.

Clássico reinventado

A tradição também tem espaço na decoração de Natal, mas isso não é sinônimo de monotonia. A clássica árvore de folhas verdes pode ser reinventada! Em vez de usar bolinhas metalizadas, por exemplo, faça enfeites de feltro em diferentes formatos. Para criar um molde, faça os desenhos em um papel e recorte. Use-o para riscar o feltro. Em seguida, recorte o feltro, preencha o interior com enchimento acrílico e costure as duas metades, lembrando de colocar uma cordinha para pendurar na árvore.

Pronto, agora é só curtir sua decoração criativa e esperar o dia 25

Publicado em Blog

Nem todo mundo sabe, mas existem paisagens incríveis em cada canto no Brasil. Por ser um território bemmm extenso, é possível encontrar diferentes cenários dentro do país. Pra dar uma bisbilhotada e aproveitar as férias, conheça alguns lugares incríveis aqui, perto de casa – até porque, o país de todas as cores, tem coisas incríveis pra te surpreender. Hora de arrumar as malas!

Pontos turísticos pra conhecer no Brasil:

Norte: a região que mais se aproxima da linha do Equador e possui uma floresta gigantesca dentro do seu território, apresenta paisagens incríveis. Entre elas, estão:

Xapuri – Acre: essa é a região que apresenta o maior circuito de arvorismo da Amazônia. Lá, você encontra o Parque Nacional da Serra do Divisor, com uma das maiores biodiversidades do planeta. Demais, né?
Monte Caburaí – Roraima: já pensou em fazer uma expedição no meio da mata? O ponto extremo do norte do país possui um roteiro por Caburaí, onde você encontra um acampamento no meio da selva, travessias em rios e até voo em avião monomotor.
Alter do Chão – Pará: essa praia já foi considerada por jornais estrangeiros como uma das mais bonitas do Brasil. Além do mais, é um lugar com muitas festas folclóricas que percorrem o estado durante o mês de junho.

Sul: com uma composição arquitetônica variedade herdada dos imigrantes estabelecidos no território, a região sul foge um pouco da realidade dos outros lugares do país. Não vai perder, né?

Parque Nacional do Iguaçu: é lá se encontram as Cataratas do Iguaçu, considerado patrimônio da humanidade segundo a UNESCO. O parque abriga a maior remanescente de floresta Atlântica da região sul, além de proteger a biodiversidade constituída por muitas espécies – algumas ameaçadas de extinção.
Parque Nacional de Aparados da Serra: o maior atrativo do parque é o Cânion Itambezinho, que possui profundidade de até 700m, paredões verticais e fenda estreita, coo um dos maiores do continente. Além disso, o lugar é formado pela Mata Atlântica, Floresta de Araucária, campos e penhascos que são moradas de alguns animais. ;)
Ruínas Jesuítico-Guaranis: esse é o lugar pra quem quer ganhar mais conhecimento histórico, cultural e religioso. A cidade de São Miguel das Missões guarda um pouco do Brasil, Argentina e Uruguai, sendo as ruínas de São Miguel de Arcanjo a sua principal atração, onde ocorre um show de som e luz, com narração dos acontecimentos do período histórico e que as estruturas foram construídas.

Nordeste: o paraíso das praias não pode ficar de fora! ;)

Praias: sem dúvidas, as praias do nordeste são as mais belas do Brasil (e do mundo, quem sabe). As paisagens são favorecidas pela ampla extensão litorânea da região, destacando-se, também, pela diversidade. As principais são: Porto Seguro (BA), Praia do Gunga (AL), Praia do Espelho (BA), Jericoacoara (CE), Canoa Quebrada (CE), Porto de Galinhas (PE), Genipabu (RN), Praia da Pipa (RN), além de muitas outras.
Matas, rios e cachoeiras: existem três principais domínios florestais: Mata Atlântica, Caatinga e Cerrado. É por isso que essa região apresenta paisagens relacionadas a essas formações fitogeográficas. Das quais, você não pode deixar de conhecer: Lençóis, Cachoeira da Pedra Caída, Delta do Rio Paranaí, Parque Nacional Serra da Capivara, Chapada Diamantina.

Sudeste: aqui se encontram pontos turísticos mais famosos do mundo. Não dá pra perder, hein.

Cristo Redentor: além de ser uma das maiores maravilhas do mundo, o Cristo Redentor é conhecido pela sua beleza e significado. A fama dessa escultura vai além de crenças religiosas e representa simpatia ao mundo carioca, sendo uma símbolo do país. Localizado na cidade maravilhosa,  o monumento está no topo do Corcovado, dentro da floresta da Tijuca. Além de visitar o Cristo, existem algumas lojas de souvenir, restaurantes e lanchonetes na estação de trem.
Pão de Açúcar: o famoso bondinho do Pão de Açúcar não pode ficar de fora da sua rota. O local oferece uma visão 360º do Rio de Janeiro, com um percurso de 1.263 metros, feitos em seis minutos. O locl, ainda, oferece restaurantes, bares, lanchonetes, anfiteatro e arquibancada para quem quiser admirar esse paraíso.
Museu de Arte de São Paulo: gosta de obras de arte? O MASP é um museu privado, sem fins lucrativos, fundado pelo empresário brasileiro Assis Chateaubriand, em 1947. Lá, você encontra algumas exposições em cartaz sobre os mais variados assuntos.

Além desses lugares, existem muitos outros no resto do Brasil. No Centro-Oeste, por exemplo, você encontra a Praça dos Três poderes, com traçado urbanístico moderno, onde trabalham diversos políticos brasileiros.

Com tantos lugares pra ir, faltou espaço na agenda, né? 

Publicado em Blog

Foi visitar alguma amiga e reparou naquela bancada super estilosa em granito? Sim, as pedras são um diferencial que merece ser explorado na arquitetura. Além de serem mais duráveis e super fáceis de limpar, não requerem tantos cuidados e ainda são aquele ar mais sofisticado para a sua casa. Existem vários tipos do material, mas nem todos podem ser usados em qualquer ambiente ou estrutura, é por isso que você precisa de um cuidado especial na hora de escolher e de aplicar na sua casa.

Embora exijam um processo mais cuidadoso, usar as pedras na estrutura arquitetônica é bem mais duradouro, exigindo pouca manutenção com o tempo. Você pode apostar nessa moda tanto para ambientes internos, quanto externos – seja na bancada da cozinha ou na churrasqueira do quintal, vale muito a pena. Dentro de casa, as pedras são vantajosas por serem resistentes e não escorregadias, mas se você or usá-las em lugares sem proteção, o ideal é usar um impermeabilizante que garantirá 100% da qualidade desse material. Não dá pra esquecer, viu!?

Diversas pedras podem ser usadas na decoração, como mármore, granito, ardósia, silestone, seixos, pedra madeira, podendo ser utilizadas com diferentes acabamentos, como polido, apicoado, aflamado e outros. Tudo vai depender das necessidades e características do projeto, da pedra escolhida, formato e maneira de colocação.

Dá uma olhada em como utilizar determinadas pedras nos ambientes:

Granito: super resistente, esse tipo de pedra é utilizado com frequencia em ambientes mais frios, como banheiros e cozinha. As cores mais sóbrias, deixam o lugar com uma aparência mais clean e elegante. Olha só esse projeto da Italínea com a utilização do granito na pia do banheiro:

6-interna3 Cópia

Demais, né?

Mármore: costuma ser utilizado em interiores e valoriza muito os ambientes. As cores dessa pedra são variadas e a aparência final é de muuuuuita sofisticação. ;)

Ardósia: essa pedra natural deve ser aplicada com cuidado para manter um padrão no ambiente, já que o tom pode variar, poir apresenta um aspecto mesclado. É pra dar aquele up na arquitetura, né?

Silestone: esse material possui superfície formada com 94% de quartzo e resinas polímeras, possuindo alta resistência e baixa absorção de líquidos. Com o silestone, é possível obter acabamentos especiais e uma grande variedade de cores. As vantagens dessa pedra é que ela apresenta variedade de cores e texturas que permite mais liberdade na hora da criação. A Italínea criou esse projeto de cozinha com utilização de silestone para inspirar você.

Seixo: geralmente esse tipo é associado a um clima mais zen, podendo ser utilizado tanto em ambientes internos – principalmente salas em banheiros -, quanto ambientes externos. As cores podem variar e o efeito é quase um mosaico.

Pedra portuguesa: essa ficou famosa por revestir calçadas do Rio de Janeiro com muito estilo. É uma pedra que costuma ser cortada em pequenos pedaços e usada em revestimento de calçadas e paredes, através da criação de mosaicos.

Gostou da ideia de usar as pedras dentro de casa? Acredite, vale a pena. Existem outros diversos tipos desse material, mas decidimos listar os principais e mais procurados. Se quiser criar o seu próprio projeto, passe em nosso site e se inspire.

Publicado em Blog
Voltar ao Topo